sábado, 27 de agosto de 2011

Por que a Lua fica amarelada de vez em quando?

Quem já prestou atenção ao nosso maravilhoso céu noturno, deve ter visto alguma vez  a lua estar  meio laranja ou atê amarela. Bom, eu gosto de acreditar que é uma força magica e oculta que a faz ficar assim, para que amantes de todo o globo possam se beijar sob sua luz. Mas, tem algumas pessoas que preferem a versão cientifica de que: 

O fenômeno é ocasionado pela dispersão da luz. Como a Lua não tem luz própria, ela reflete a luz do Sol, que é branca – resultado da soma de todas as cores. Quando atravessa a atmosfera do nosso planeta, a luz refletida pela Lua se dissipa pelo ar. Em contato com as moléculas dos gases que compõem o ar (oxigênio, nitrogênio e hidrogênio), algumas cores, como o violeta, o azul e o verde, podem se dispersar a ponto de se tornarem imperceptíveis. É o que acontece quando a Lua está mais próxima do horizonte – ao amanhecer ou anoitecer. "Nesses momentos, a luz penetra a parte da atmosfera mais próxima do chão e, para isso, tem de atravessar uma camada mais densa de ar. Nesse processo, perde boa parte de sua cores azul e verde. Sobram muito amarelo, laranja e vermelho. A mistura dessas cores é que dá o tom amarelado", diz Luiz Nunes de Oliveira, professor do Instituto de Física de São Carlos (USP).
Quando está bem no alto do céu, a luz refletida pela Lua conserva a cor original, que é o branco. Isso porque o ar é mais rarefeito em altitudes elevadas, fazendo com que a perda das tonalidades luminosas verde, azul e violeta seja bem pequena.
Mesmo sabendo disso, gosto de pensar que alguém com dedos mágicos esta lá fora fazendo o mundo girar e se mover de forma graciosa. 
A pura verdade é que não importa se você escolhe a versão magica ou a cientifica, o que vale mesmo é ganhar um beijo espetacular sob a lua amarelada. 

Nenhum comentário: