segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Nem tudo é para todo o sempre...

As vezes é engraçado como as coisas que estavam nos fazendo mais bem se acabam em uma virada de página. Tudo está lá em um estado de paz e harmônia tão grande, que quando vemos a pequena nuvem de  tempestade chegar nem percebemos atê que caia a primeira gota.
Passei muitas dessas tempestades, e aposto que todos no mundo já viveram isto ou vão viver. E com essa experiencia, iram aprender que o melhor a se fazer na hora do adeus é apenas continuar vivendo. Por que cedo ou tarde o sol surge e nos faz lembrar dos momentos bons que passamos juntos. Das horas intermináveis que conversávamos. Dos segundos contados de cada beijo que recebíamos... 
A vida é cheia de surpresas, algumas boas e outras nem tanto. O que vale mesmo e nunca desistir de continuar vivendo. Nunca desistir de fazer valer os cem anos apenas que temos na terra. Nunca esquecer que quando as coisas parecem acabar, é um novo começo que irá surgir em nossas vidas. 
Hoje minha postagem é assim. Um lembrete de que "não importa o quanto uma coisa esteja suja sempre podemos limpa-la". Ou seja, podemos fazer qualquer coisa. Atê mesmo ressurgir das cinzas. 

2 comentários:

Elias disse...

amyy, valeu pelo comentário no meu blog!
e o seu tbm não fica atrás de maneira nenhuma!

muito bom seus textos!

um abraço pra vc!
o/

Ana Barbosa disse...

nossa... lindo demaisssss!realista vivo isso...