domingo, 11 de dezembro de 2011

Para você ...

"Falais baixo se falais de amor" 
                                                                                                                  William Shakespeare 


Quando Shakespeare disse isso ele não sabia que amar você me tornaria tão feliz. É por este fato que vou falar-alto-amo-te. 
Irei gritar no sentido dos quatro ventos então o mundo, às pessoas, os animais e às flores saberam que o sol nascente da minha vida é você. 
A cada momento anseio por suas carícias, pelo som das suas palavras, e pelo prazer de admirar seus olhos que mudam de cor a cada direção dos raios do astro rei. 
Uma vez ouvi vozes trazidas pelo vento que diziam: O amor não vive. Esses "sopros" não sentem o calor que meu corpo aprecia ao encontrar o seu olhar, minhas faces se tornam rubras e você logo percebe. Me deleito quando suas cordas ocultas vibram notas, fico apaixonada a cada instante que sinto sua pele se arrepiar ao me tocar. 
Eu amo você e falarei alto, pois, o amor vive para ser mostrado, é por este impetuoso sentimento - que também  é amável - que te escrevo estas palavras. 

                                                                                                                    ... de sua amada. 

Nenhum comentário: