segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Enquanto durar a sensação.

A distância o faz crescer. Os segundo viram horas intermináveis. O fogo que antes era apenas uma pequena fagulha se transforma em fogueira incandescente. Sinto o seu cheiro no ar, mesmo sabendo que não há cheiro algum. Escuto sua voz em meus ouvidos, mesmo sabendo que este som está apenas em minha cabeça. Meu corpo pede pelo seu em um abraço apertado e inocente. 
Como pode alguém que nem ao menos toquei uma vez preencher tanto os meus sentidos? Guiar-me a distancia apenas por uma câmera. Dizer lindas palavras que saem de uma maquina para encantar meu coração.  As vezes esses sentimentos são tão estranhos. Surgem como um passe de mágica ou de um monitor de computador cheio de gráficos e pixels. Ah! Como queria descobrir quem cria essas finas cordas do destino que tecem essa grande manta que chamamos de vida. Faria tantas perguntas ... ou melhor, não faria pergunta alguma. Apenas viveria um pouco deste ser e veria em tempo real como ele age. E talvez é claro contaria desse sentimento que sinto ao escutar aquela voz doce e grave dos meus sonhos. 

Mas ao mesmo tempo penso que se o ser humano descobrisse esse segredo todo o sentimento dele perderia a graça. Não seria mais a mesma coisa amar, odiar, assustar, surpreender, viver ... Então, como agradecer ao manuseador de teias?! 
Bem, irei tentar do meu jeito.
E o meu jeito é apenas continuar aproveitando enquanto dure a sensação. 

4 comentários:

Bruno Gaspari disse...

Amanda...

Conheço bem a sensação, pois já a senti
intensamente e a mesma resultou em muitos
poemas do meu blog... Mas não acabei de ler
a maestria do teu texto pra falar de mim aqui,
quero falar só de você e do quanto tuas palavras
me causaram identificação.
Você escreve muito bem, pois envolve o leitor
com o teu sentimento nas palavras e isso é
mágico, isso é o essencial de um escritor.

Parabéns, já sou seu fã de carteirinha;)

Beijão minha linda e até!

Brunow =)

Amanda Andrade disse...

Bruno, fico feliz que tenha gostado tanto. E não se preocupe falar de você mesmo é como me mostrar um caminho certo para outros textos.

Beijos lindo.

Ernesto Castanha disse...

Olá tudo de bom ...
Obrigada por seguir o meu blog .
Também estou a seguir o seu , como poderá ver .
Parabéns o seu blog está magnifico .

Ernesto
ernestocastanha.blogspot.com
ernestocastanha.blgs.sapo.pt

Amanda Andrade disse...

Não foi nada fofo.