terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Profundezas da paixão


Minha postagem de hoje foi um presente dado do coração de um grande amor. Suas palavras tão belas que me enchem o dia  já faz algum tempo. E que me ajuda a postar vários textos aqui para que o coração de algum leitor possa cantar de felicidade. Ele me pediu para colocar como sendo meu estes versos, mas achei melhor dizer que os versos são sim meus pois foi me dado com estas palavras : " ... mas eu te dei. E eu não fiz, apenas saiu de mim. Só isso. Se saiu de mim alguém colocou ele aqui. E esse alguém foi você." Espero que gostem ... 


 Profundezas da Paixão.

Leva-me noite escura para tua catacumba onde e frio é gélido.  
Leva-me não por que sou mau ou ingenuo.
Mas sim porque sou bom e quente demais para esse mundo.
Mas se lá houver alguém como eu tranca-me  
e estarei sorrindo  pela eternidade.
Pois jamais vocês saberão
o quanto estar só pode ser bom quando  alguém pensa em você. 
Jamais saberão amar nada além
que pode se tocar, sentir, machucar, roubar e sacrificar.
Já eu estarei feliz pois ninguém poderá me faser mal algum
se ela estiver me esperando.  
Nas profundezas da catacumba fria e gélida.

Amanda de Andrade 



6 comentários:

Breno S. Amorim disse...

Amanda,

Obrigado por aceitar o meu convite!
Muito bom poder contar com a sua presença nesse novo espaço, meu e da Luz.

Até mais!

Nossos abraços!

Breno S. Amorim disse...

Achar alguém parecido com a gente, é, realmente, de uma alegria sem fim. Alguém com pensamentos iguais aos nossos, sentimentos similares, sonhos com a mesma direção...
É, tão raro de se encontrar alguém assim, que, quando acharmos, temos, mesmo, é que "trancar-nos e sorrir para a eternidade."


Até mais!

Amanda Andrade disse...

De nada.

Abraços para os dois.

Amanda Andrade disse...

Sim você tem toda razão devemos nos trancar mesmo e viver o mais intensamente possível.

Beijos.

Bruno Gaspari disse...

Meio gótico esse poema né? Eu gostei muito! Beijão;)

Amanda Andrade disse...

Um pouco ;)
Beijos fofinho.