sábado, 25 de fevereiro de 2012

Face diminuta.

Oh, face própria
que me engana a alma
reflete a tristeza ao chorar
e a alegria em um espelho velho
Como pode meu rosto
ser tão diferente ao mesmo tempo igual
ao espirito dessa casca 
seu jeito me atrai
mas sinto que algo ira mudar. 


12 comentários:

Elias Akhenaton disse...

Amanda!

As mudanças, as transformações são inevitáveis em nossa vida amiga e algumas são necessárias para a nossa evolução, quer física e/ou espiritualmente falando.
Obrigado por compartilhar o seu belo e profundo texto.
Aproveito para desejar-lhe uma boa noite de sono e lindos sonhos e também um maravilhoso domingo.

Um beijo do amigo:)

Anônimo disse...

Elias!

Foi um prazer compartilhar essas palavras. Desejo a você o mesmo, uma noite linda de estrelas. E um domingo com aquela brisa de que tudo vai estar bem.

Beijos amigo.

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga.

Adorei!!
As transformações acontecem como se fôssemos uma metamorfose.

Muitas bênçãos!

Maria Auxiliadora (Amapola)

Anônimo disse...

Boa noite, linda.
Que bom que gostou.

Muitos beijos.

Breno S. Amorim disse...

Realmente, tem dias que nos olhamos no espelho e achamos que algo está errado, assim com também existem aqueles dias que nos olhamos e só temos motivos para agradecer e ser feliz.
Beijo!

Anônimo disse...

Breno você tem toda razão. Os dias são maravilhosos mesmo assim.

Beijos.

Renata disse...

Nossaaa adoreeei Amanda, você cada dia melhor, parabéns, bjos

http://toquaseprontaprasair.blogspot.com/

fêrlyvictoria disse...

algo muda, ou as vezes tudo muda ;s
Beijiinhos :*
@per_feitosparaoamor
@ferly_victoria
http://reverseobrlife.blogspot.com/

Jacqueline disse...

Oi Amanda,
Vim retribuir sua visita e comentário em meu blog, e também conhecer o seu. Que bonito este poema! Bonitos também os textos que você tem postado aqui.
Venha ao meu blog sempre que quiser, será bem-vinda.
Abraços!

Anônimo disse...

Rena, muito obrigada pela visita.

Beijos.

Anônimo disse...

Fêrly, obrigada pela visita.

Beijos.

Anônimo disse...

Jacqueline
Obrigada pela visita. Fico feliz que tenha gostado do meu texto. Beijos.