domingo, 22 de abril de 2012

Lágrimas azuis.

Gotas minúsculas que percorrem sua pele
como se fossem a saliva
da boca do céu.

Um processo raro de cor
que surge no interior do ser matutino.
O ser mais belo e azul
que se pode ver em uma flor.

Esta, é a flor da pureza da mente
onde o corpo é usado delirantemente
mas no cérebro tudo ainda pode ser inocente.
Criando um estado flor entre mentes.

3 comentários:

silvioafonso disse...

.


Eu é que sonhei, agora.
Um beijo pelo texto.
Agora venha comigo; va-
mos ao Bar do Escritor
aonde postei um texto e
preciso, muito, do seu
comentário.

http://bardoescritor.blogspot.com.br/

Estou esperando você, hoje,
por lá. Sem falta.

Será um prazer receber você.

Beijos,

silvioafonso






.

Maíra Cunha disse...

Ual, post muito inspirador, adorei!

LUZ disse...

Oi querida Sonhadora,

E que mente você tem!
Mas, não vá atrás de quem a chame, não.
Deve estar com quem, sempre, está com você e não só, em determinadas alturas, quando lhes convém.

AMIZADE NÃO TEM LUGAR NEM HORA MARCADA. Creio que entendeu.

Seu poema é de amor e de sensualidade e uma rosa só pode transmitir paixão, à flor da pele.

Beijos da Luz.