domingo, 15 de abril de 2012

Os temíveis "ses".


Bem, faz algumas semanas que estava pensando o que iria postar no blog. Várias idéias se passaram por minha mente. Pensei em contar uma história de terror, ou relatar os acontecimentos do mundo, ou falar sobre relacionamentos... mas não consegui achar palavras que fossem um assunto atraente e digno de leitura. Foi ai que percebi que tinha em minhas mãos um ótimo texto. Que eu mesma havia feito a quase um ano atrás. Esse texto é um pequeno pedaço do meu primeiro romance: De repente Bruxa.  Espero que gostem. 
                                                              
  ... Prólogo.

O que move as coisas? A força da gravidade? O que faz alguém, no ultimo instante, decidir se segue para a direita ou se vira na esquerda? O destino? Qual o motivo de algumas pessoas nascerem ricas e outras pobres? O equilíbrio do universo? Por que uma pessoa se atrasa um segundo sofre um acidente. Mas, se ela estivesse dois minutos adiantados, sairia ilesa. Sem ao menos saber que poderia ter sofrido um acidente. São muitos os porquês e “ses”, que não obtemos respostas.
Mesmo assim, alguém sempre analisa essa teoria.
Eu sou uma dessas pessoas.
Em pé, diante da janela aberta, vejo a chuva cair. O cheiro de terra molhada que passa pela abertura é muito bom. O aroma se transforma em um guia da mente ao passado, para que eu possa sentir a fragrância de outra ocasião.
Nesse momento, passado se mistura com filosofia.
Talvez, se eu não fosse do jeito que sou … ou estivesse adiantada, atê mesmo atrasada, naquela noite. Minha vida teria permanecido a mesma. Deixando um turbilhão de fatos ao anonimato. Fazendo as coisas ruins serem apenas idéias de um mundo inexistente. Um mundo de especulações. Um mundo apenas visitado nos sonhos.
Por outro lado, eu não saberia que o universo guarda grandes segredos. E que para poder desvenda-los, basta esperar no lugar errado, na hora errada.
Com a água lavando o mundo, senti um enorme desejo de poder reviver aqueles dias. Correr em busca de algo maior. Desvendar o que nenhum outro ser humano já conseguiu. E ter um gran …
Deixa pra lá! Não vou conseguir nenhuma resposta.
Então, vamos começar a historia de uma vez por todas!
                                                           ...
                                                                                                         

15 comentários:

silvioafonso disse...

.


Ah, que delícia ver você através
do muro mesmo correndo riscos.
É bom vê-la fazer malabáris com
as letras e com as palavras cri-
ar castelos encantados.
Adoro ler e entender o que vai na
vida das pessoas através dos olhos.
Dos olhos revelados no brinquedo
de escrever.

Beijos,

silvioafonso






.

Renata disse...

Amanda tenho q te parabenizar, cada dia que passa seu blog tá maior, você está escrevendo cada vez melhor espero que você continue assim, você sabe fazer isso muito bem,bjos *-*

http://toquaseprontaprasair.blogspot.com.br/

Amanda Andrade disse...

Obrigada Silvio, a brincadeira de escrever é muito deliciosa. E faz meu coração palpitar de emoção ao esconder.

Beijos.

Amanda Andrade disse...

Renata muito obrigada. Também adoro o seu blog.

Beijos e boa noite.

LUZ disse...

Oi Amanda,

Não sabia que tinha escrito já um romance. Tão menina!
O Prólogo, introdução, está bem estruturada e nos deixa ver, um pouco, dos seus sonhos, que se hao de realizar, um dia.

Beijos de luz.

Amanda Andrade disse...

Oi Emília,

Sou um pouco nova de idade sim, mas de mente... como minha avó sempre diz: essa ai cresceu demais lá dentro de tanto observar os outros. Mas para se fazer aquilo que gostamos não tem idade. Obrigada, e se quiser dar alguma dica é só dizer.

Beijos da Sonhadora.

Carlinda Sobreiro disse...

Olá Amanda!

Gostei do seu "Prólogo" como gosto também da forma como nos falas de ti,dos teus sonhos e das coisas simples da Vida.È verdade,vivemos numa sociedade de "Ses" de perguntas sem resposta,e de respostas que se dão por dar,sem conteúdo,e sem inspiração sem luta e sem emoções.Este bolg através do sonho tem isso tudo.Parabéns e obrigada pelo carinho dos comentários no meu blog.

Um beijinho muito grande e Sonha SEMPRE:)

Amanda Andrade disse...

Olá Carlinda,

Um escritor escreve aquilo que sabe e vive, mas acrescenta um pouco de magiá a estrutura do texto. É o que sempre aprendi por ai... Fico muito feliz que goste das minhas palavras, pois, também adoro as suas.

LUZ disse...

Oi querida Amanda,

Sua avó tem razão.
Para tudo há um tempo.
Não corras riscos, antes do tempo, sem necessidade.
Acaba ficando frustrada, igual a muitos, que há por aí.
Sonhe, mas lenta e progressivamente.
Quando você nasceu tomou leite materno, só depois as papinhas e depois a comida normal, carne, peixe, legumes, etc.

Lhe desejo um excelente dia e de dicas, por hoje, já chega.

Beijos da Luz.

LUZ disse...

Oi Amanda,

Você tem conhecimento de que quando queremos deixar comentário, aqui, é necessário digitar duas palavras, super "chatas"?
Isso, pode levar à desmotivação de quem quer comentar, já pensou?
Se quiser alterar, eu ensino pra você, tá?

Beijos da Luz.

Amanda Andrade disse...

Oi Luz,

Sim, eu tenho. E acredite estou nessa partida de tentar tirar essas palavras chatas, faz um tempo. Mas não consigo. Agradeceria muito se me ajuda-se.

Beijos e abraços.

A Sonhadora.

Amanda Andrade disse...

Minha avó é uma velhinha muito esperta e adorável. é parecida com nós que adoramos escrever, tem tantas frases e histórias na cabeça que vão até outra dimensão.

Muitos beijos, estou aguardando novas guloseimas do seu blog que adoro ler.

Beijos e abraços.

A Sonhadora.

LUZ disse...

Oi querida,

Tudo bom?
Passei para fazer teste, como combinado.

Beijos da Luz.

LUZ disse...

Oi querida,

Eu, de novo.
As palavras já sumiram.
Vamos dar uma festa.

Beijos da Luz.

Wesley Carlos disse...

Olá, Amanda

Quanto tempo não nos comunicamos. Peço, inclusive, perdão pelo tempo ausente. Estava em semana de provas desde o dia 10 e elas só dissiparam hoje. Inclusive estou pensando em uma pré-desativação do blog, ainda não é nada certo, mas se for volto a comunicar-lhe, no mais o blog ainda estará aberto. Quanto ao seu texto, está muito bem desenvolvido!De forma simples sua escrita parece nos inspirar, e isto é fascinante! Fique feliz! Um abraço!