segunda-feira, 9 de julho de 2012

A Porta.

A porta da loja estava aberta revelando o mundo de fora. Para alguns aquelas peças de vidro que deslizam poderia ser apenas peças de vidro que deslizam, mas para mim essa porta se revelava grandes idéias. Enquanto ficava debruçada no balcão tive uma luz de fantasia. Levando minha mente ao infinito. Um infinito onde portas seriam passagens dimensionais para um mundo novo de sensações. Aquela coisa também poderia ser um objeto de reflexão para uma garota que se sentisse triste. 
Alguém que estivesse com problemas dentro da "cachola" bastaria olhar para a porta aberta e ver que caminhos existiriam para a felicidade da solução desses enigmas. Bastava ter a coragem de atravessar. Ela seguiria um rumo diferente do destinos que a cercava, ganhar novos conhecimentos e sonhos. 
É engraçado como algo tão comum e numeroso pode ser a salvação de muitas reflexões ou, até mesmo, um objeto de brincadeira. Por isso deixo uma dica: se estiver farto de onde esteja procure uma porta real ou interior, mas procure uma. Ela pode te levar ao limbo.

2 comentários:

LUZ disse...

Oi querida Sonhadora,

Menina, você tem uma imaginação super fértil.
Uma porta pode ser o início de uma nova vida e da realização de um sonho há tanto ambicionado.
Parabéns pela leveza de espírito e de pensamento.

Boa semamna.
Beijos da Luz.

Aurora disse...

Hello .. Have opened my side again .. Welcome to visit when you have time and desire .. Have a wonderful week wishing Aurora