sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Outono

Folhas cintilantes caem
brilhando os sinos do laranja 
um local do futuro descanso
mando um abraço gelado as frutas
salvando, visualizando e fechando as correntes douradas

Uma música doce reflete a vida
o que é isso? 
ah, outra negócio de vida 
que se mexe de um lado ao outro
voando pelo céu

Gritos de morte 
um aquilo urrado em ouvidos
andando ais e deuses de guerra gigantescos
ou rastejando na cidade sobre sua costas

Antes que o tempo vá embora
com um golpe ninja 
guardado a muito tempo em um estojo de outono
para ser libertado com dureza de marteladas.