sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Outono

Folhas cintilantes caem
brilhando os sinos do laranja 
um local do futuro descanso
mando um abraço gelado as frutas
salvando, visualizando e fechando as correntes douradas

Uma música doce reflete a vida
o que é isso? 
ah, outra negócio de vida 
que se mexe de um lado ao outro
voando pelo céu

Gritos de morte 
um aquilo urrado em ouvidos
andando ais e deuses de guerra gigantescos
ou rastejando na cidade sobre sua costas

Antes que o tempo vá embora
com um golpe ninja 
guardado a muito tempo em um estojo de outono
para ser libertado com dureza de marteladas.

4 comentários:

LUZ disse...

Oi, querida Amanda!

Que bom, que você veio!
Agora, está tudo bem, né?

Teu poema mostra bem, teu estado de espírito, que não era nada bom.

Depois deste tumulto, chegará a Primavera.

Obrigada por tua visita e comentário.

FELIZ ANO NOVO, COM SAÚDE, PAZ E AMOR.

Beijos da Luz.

LUZ disse...

Oi, eu de novo!

O Design de seu blog está lindo e sensualíssimo.

Parabéns!

Marcos Souza disse...

Temos sempre que guardar algo embaixo da manga, para nos livrarmos de algum perigo. rsrs
Amanda querida, desejo que 2013 chegue com muitas alegrias, saúde, prosperidade, harmonia e paz em teu lar.
Um feliz 2013.
Beijos

Giancarlo disse...

Ti auguro un 2013 che inizi bene, prosegua come desideri e che termini con grandi soddisfazioni.
Ti auguro di camminare su una strada chiamata vita, di inciampare in una pozza chiamata fortuna, di cadere in un abisso chiamato felicità.
Ti auguro un amore sincero accanto a te che sappia comprenderti e guardarti nel cuore con amore
per ciò che sei.