sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Companheiros

Com drinks, luzes caiem dos seus olhos
Deixando um sentimento triste em mim
Não chore não toque, não cheire
Lá vamos nós outra vez ...

Porque não podemos?
Ao som de loucos,
Caminhar novamente para o céu
Eu quero voar com as mãos juntos
Percorrer nossas veias sanguíneas loucamente
De volta para casa

Não lute, não se entristeça
Veja o nosso sangue se misturar
Venha, Venha!
Vamos, vamos nos entregar.
Quero que você diga
Amor, Voltemos para casa
Onde o sangue nos guiará
Levantemos amor, sejamos companheiros.

Amor, Amor, precisamos de amor.
Não aguento mais! Ame-me.
Permita-me ter o seu amor
Ou morrerei sozinha desejando o seu sangue.


Amanda Andrade

Nenhum comentário: