segunda-feira, 27 de abril de 2015

A noite da minha alma.


A noite sussurra em meus ouvidos.
Ela me conta vários segredos sobre os deuses que assombram meus sonhos.
Sobre o fogo que me consome durante a escuridão.
Ela me diz que devo lutar por pessoas que eu mal conheço.
 Pessoas que apenas vi em meus sonhos.

E a noite me envolve.
Com um  manto frio sobre minha pele
Ela me toca como um chão frio acolhe um prisioneiro

A noite grita
Grita que preciso de uma estrela que brilhe mais que o meu coração
Para que eu possa ser finalmente um herói
Um herói para mim mesma

Amanda de Andrade